domingo, 4 de setembro de 2011

Pico Caratuva em 2011 - Conexão CTBA-Joinville

Na Fazenda Pico Paraná


No dia 29 de Agosto de 2009, eu estive pela primeira vez no Pico Caratuva. Foi minha segunda investida em montanha com percurso maior. Lembro que também foi um dos poucos finais de semana daquele ano que tiveram sol e um dia muito bonito. A foto que ilustra o topo do blog foi tirada nesse dia.

Agora nesse relato de retorno não poderia ser diferente, depois da espera de um fim de semana tão igual.
A diferença dessa ida foi a presença de amigos que estão começando e que tornam o prazer da caminhada em montanhas muito maior, por toda a descontração que representam. Esse blog é em homenagem a amizade.

Fomos com a Bike Ativa para o Pico Caratuva que fica na fazenda Pico Paraná. Essa fazenda é particular e o acesso é taxado. Da fazenda tem-se acesso a três picos que são o Caratuva, Itapiroca e o Paraná que é a maior altitude do sul do Brasil e que requer dois dias para chegar, acampar, subir e retornar por uma trilha de 07 horas de caminhada e cargueira nas costas.

O pico Caratuva vista do Getúlio (Pedra do Grito)

Mas o pico Caratuva é o objetivo aqui. Foram 03 horas de caminhada subindo um desnível de 800 metros e 04 quilômetros de percurso aproximadamente. No topo uma das vistas mais bonitas do Pico Paraná e demais montanhas da região da serra do mar e um pouco do litoral paranaense, como a baía de Antonina, parte de Guaraqueçaba e a cidade de Paranaguá. Do contrário pode se ver a represa do Capivari, da usina Governador Parigot de Souza em Antonina, instalada dentro da montanha. Também se vê um pouco da BR-116 Curitiba-São Paulo.
O pico Caratuva possui antenas de radio amador. Algumas dessas antenas servem de meio de comunicação da região para resgates quando necessário. É uma montanha que já sofreu com o descuido de visitantes que provocaram um incêndio.



Ps 01. Tivemos a presença de um grupo de Joinville que comentaram a admiração por ter um local como a Fazenda Pico Paraná tão organizado.

Ps 02 Atrás da casa do montanhista na fazenda há uma trilha para as cachoeiras que vale muito ser visto, num percurso de 15 minutos, veja nas fotos acima.

Ps 03. A minha surpresa foi encontrar no morro do Getúlio o amigo Flávio e esposa, no meio da tarde subindo para o pico Itapiroca.

Ps 04. Caratuva é uma pequena planta que se encontra no alto dessa montanha semelhante a pequenos cedros, mas bem macia. Segundo o comentário recente ela floresce a cada 10 anos. Pode-se dizer que é muito frágil.

Ps 05. Tracking GPSIES.

Ps 06. Nosso retorno foi em 02:15 h.

4 comentários:

Jopz_B1B disse...

Gosto bastante do Caratuva e também do vizinho dele o TAIPA que na minha opinião proporciona a vista mais legal para o PICO PARANA.

A primeira vez que vc foi ao caratuva foi em 2009 e essa do relato foi quando? Nesse final de semana que passou? Eu estava por lá também, voltando do PP.

INTEPZ,

JOpz.

Maumau Ecos Aventura disse...

Jopz as datas dos relatos são do dia do evento.

E o acesso ao Taipa, me parece uma trilha vista lá de cima. Mas isso é uma missão o Rumos.

Jopz_B1B disse...

OPAZ, legal isso, também estava por lá... a gente desceu do cume do PP no domingo cedo, saimos 9h do cume e chegamos no Dilson 13:30h, ficamos por lá até as 15h ou um pouco menos... agora lembrei que ouvi um rapaz comentando que na descida do Caratuva ele encontrou um grupo bem grande de pessoas subindo, então imagino que tenha sido a sua turma. O dia estava muito bonito, visual de primeira.

JOPZ

Maumau Ecos Aventura disse...

Por pouco outra coincidência seria relatada aqui. Mas éramos um grupo grande, 06 de Joinville e 13 anfitriões de Curitiba e região.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...