quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

Passando o Fim de 2011 e Começando 2012 nas Praias do Nordeste

Benditos passeios, trilhas e cicloturismos de 2011. Um deles a trilha do pico Caratuva gerou a oportunidade de postagem dessa viagem ao Nordeste brasileiro.

Havia um desejo de passar a festa de final de ano dando um giro no Nordeste brasileiro para saber como seria  para aquelas bandas. E comentei isso no passeio. Mais que derrepente o Fernando da viagem dos amigos para Curaçao manifestou interesse, em no começo de outubro de 2011 comprei as passagens e reservei o hostel de João Pessoa onde começaríamos a trip. Depois Pipa no Rio Grande do Norte por conta dos contatos do Fernando e Natal para o passeio de bugue e depois retorno a João Pessoa, de 26/12/2011 a 05/01/2012.


Dia 26 e 27/12/2012 João Pessoa - PB

Saímos no meio da manhã de Curitiba com previsão de chegada as 15:30 h em João Pessoa-PB. A Curitiba que estamos acostumados estava fria numa mudança de 32 graus do sábado anterior para 15 graus nessa manhã.

Na chegada em João Pessoa o calor do nordeste pegando e o desacostume de inicio. Fomos de taxi até o hostel de Manaíra que é uma praia de casas e prédios bonitos, classe média alta, um bairro muito bacana junto a orla..

Tudo certo, providências do carro alugado, reserva no hostel de Natal (Albergue da Lua Cheia). E saímos para almoçar (jantar ou vice versa) no restaurante típico nordestino Mangai.

No dia seguinte na programação a praia de Areia Vermelha (Cabedelo_PB), um banco de areia que surge dependendo da maré, que nesse dia foi das 13:30 h. O nome do catamarã que nos levou Vida Mansa, e estávamos  mesmo nessa vida.

Areia Vermelha - praia de Caboinhas em Cabedelo-PB

Depois com tempo ainda sobrando fomos a praia fluvial do Jacaré. Esse passeio é típico, onde há o pôr do sol na outra margem do rio,  acompanhado de um bolero de Ravel tocado por saxofone e violino.

Bolero de Ravel do pôr do sol




Dia 28/12/2011  Litoral Sul da Paraíba

Espaço Ciência,  Cultura e Artes em  Cabo Branco, João Pessoa-PB

Passeio para o litoral sul da Paraíba começando pelo Espaço Ciência, Cultura e Artes de Cabo Branco e o Farol do mesmo. A frente diversas praias, uma parada na Barra de Gramame para um camarão e cerveja. Depois sequência de praias como a praia de Jacumã, do Amor e a pedra furada, Tabatinga e Coqueirinho. Bem Tambaba nem interessou, afinal é de nudismo, e só homem não entra, mulheres ou casal de verdade.

Barra de Gramame-PB


A noite uma tentativa minha frustrada de ir a um forró. Fomos eu e duas gurias que conhecemos no hostel e mais um mineiro numa casa que é uma pizzaria, Veneza, no bairro Bancários (graças ao GPS de trilha). Na primeira parte pagode, que detesto, mas tinha esperança. A casa enchendo e quando acabou o pagode a melhor decisão foi ir embora, não teria condições de um forró. Esse  programa foi uma mancada e não recomendo.



Dia 29/12/2011 Corais de Picãozinho e saída para praia de Pipa-RN

Útimo dia do ano em João Pessoa-PB e programamos a saída de catamarã na praia de Tambau que é próxima a Manaíra, para mergulho nos corais de Picãozinho. Esse foi o programa "light". Mas foi quase. Nessa época do ano tem turistas demais por ser entre o natal e o ano novo, e parecia do tipo que achavam que o mundo ia acabar, e o catamarã da Ocean que é o menor de todos que fazem esse trecho, parecia o "busão", só faltava o Dj da ocasião.

Snorkeling nos corais de Picãozinho, João Pessoal-PB


Feito o passeio, nos aprontamos no hostel para viagem de carro para a praia de Pipa-RN. Onde chegamos as 19:00 h e fomos direto para o Café e Restaurante T&A dos amigos do Fernando. Pipa tava bombando de gente pra variar.

Pegamos informação da casa dos novos amigos curitibanos Thiago e Aldrin que são proprietários do Cafeteria e Bar T&A (sanduíches, tapioca, sopa no pão, sucos, açaí na tigela e café) e Restaurante Tamassa (especializado e massa italiana com requintes de molhos alguns acompanhados de camarão), na rua Gameleiras, uns 20 metros rua acima. Guardamos as coisas na casa dos anfitriões e fomos para o T&A onde pedimos pratos do Tamassa. Como fica um em frente ao outro e a rua é estreita você pode variar os cardápios.

"T&A"  Cafeteria e Bar em Pipa-RN, Rua Gameleiros. Detalhe da foto no alto a cozinha no mezanino e embaixo bebidas e sucos. 
Dia 30/12/2011  Pedal de Pipa a Barra do Cunhaú

Tínhamos o plano A, B e C para tentar ir até a baía Formosa que fica 25 km ao sul. Plano A era de quadriciclo. Plano B era um bugue e o Plano C de bicicleta. Falhando os planos A e B por falta dos mesmos no dia restou o plano C. Uma bicicleta Caloi MTB e uma Atreven. Saímos em direção ao Chapadão numa praia ao lado de Pipa para uma trilha off road. Off road no litoral se lê com areia de praia. No Chapadão uma água de coco e informações dos ambulantes. Avistamos a ponta da baía Formosa que parecia longe, que  devido ao calor, mais ainda. Seguimos para pedalada que estava normal, mas ao longo do caminho, o pneu das "bikes" afundavam e uma hora empurrava, subida depois descida, isso mesmo na areia se empurra para baixo também. Detalhe é que estamos acostumados com nossas bicicletas em Curitiba, capacete, calçado e qualidade de equipamento. No nosso caso era sandália e chinelo e roupa de praia.

Chapadão de Pipa - RN, começando o pedal


Primeira parada na praia de Sibaúma no primeiro restaurante, Arca da Zélia. Estávamos derretendo e a parada foi uma boa. Fica no alto com vista para praia, pertence e é moradia da família da Zélia, que também é artesã e o marido pescador. No cardápio, coco, tainha grelhada e refrigerante. Olhando agora para a baía Formosa ela estava longe pelo nosso aparato de pedalantes. Descansados e 'brunch" resolvido, decidimo ir até a balsa da Barra do Cunhaú, mas antes uma balsa para um carro ou duas bicicletas ao custo de 14 reais, que ficou 01 real em haver. Isso parece comum. Na chegada a próxima balsa, só observamos com umas cervejas nos hidratando.

Restaurante Arca da Zélia em Sibaúma




Percurso de ida e volta pelo mesmo caminho

Retornamos ainda pela tarde, na chegada ao Chapadão e o comentário dos ambulantes: "Os caras estão vivos".

A noite no cardápio os pratos especias do " T&A" .

Dia 31/12/2011 Praia do Madeiro Só Relax

Depois do dia anterior de pedalada, o sensato era um dia folgado para os festejos de réveillon mais a noite. Como estávamos de carro a idéia era ir até o Santuário Ecológico de Pipa pagar pela entrada, fazer as trilhas e deixar o carro estacionado, sem se incomodar. A praia do Madeiro é uma beleza por cima quando avistada da trilha e por baixo pela praia. Vale comentar que encontramos um grupo já sobre o efeito do "tubão" no meio da manhã, Pipa tem disso e muito mais.



Depois de uma volta descemos par a praia. Essa praia foi a mais curtida. E foi nessa praia que vimos a primeira gata de praia de toda a viagem até então. Não sei se o período de viagem mas a beleza era rara pros lados que fomos. A garota tava lá na nossa frente fotografando o namorado no stand-up, se equilibrando, e nós também nos equilibrando e nos controlando nos olhares escondidos atrás das lentes de sol.



Retorno para descanso, aguardando a noite de fogos e última de 2011.



Dia 01/01/2012 Fogos na Madrugada de 2012 e dia em Baía Formosa 


Fogos na madrugada de 2012
Depois de alguns fogos do primeiro dia do ano, ainda demos uma volta pela rua principal de Pipa, a av. Baía dos Golfinho, sem balada afinal eu estava quebrado para uma forte, concorrida  e de preço alto, digo mais de 100 reais. Pela manhã resolvemos fazer o passeio que de bicicleta foi difícil. Passar a Barra de Cunhaú e seguir até baía Formosa. Depois de atravessar de balsa por dois rios, o desafio era completar os 300 metros pela areia até a estrada que atravessa uma fazenda de coco. Na saída de ré da última balsa uma arrancada forte com o Mille para quase se livrar de atolar na areia, que requereu um empurrãozinho até uma areia mais firme e posicionar o carro na direção da estrada pra atravessar a areia fofa. Passamos na etapa 4x4 de 200 metros, mas por pouco um casal de moto parado pela areia em meio a subida nos segura de novo, foi um quase.

Depois que atravessamos a fazenda uma taxa tipo pedágio. Calculando a ida uma balsa de 10 reais + outra de 13 reais e a taxa de 5 reias, num total de 28 reais para 8 km de percurso para não fazer 54 km na ida, realmente só pelo tempo de percurso porque pelo valor ficam elas por elas.



Chegamos no mirante da baía para algumas fotos e paramos na praia da Cacimba para um almoço, peixe Cioba (nosso Vermelho no sul), coco e cervejas de hidratantes.

Retornamos por  asfalto 54 km de percurso até a Pipa, para últimas voltas nesse distrito como dizem lá, e uma semi despedida dos amigos do T&A e Tamassa, porque eles estavam bem ocupados nessa época.

Dia 02/01/2012 Rumo a Natal- RN pela Orla.


Nos despedimos de nossos anfitriões de Pipa por bilhetes pois os mesmos chegaram as 4:00 h da manhã do trabalho.

Saímos pensando em fazer o percurso pelo litoral até Natal-RN. De Tibau do Sul a Nísia Floreta é possível atravessar de balsa cruzando o rio e mais 4 km de areia, que não quisemos arriscar. Assim demos uma volta de 50 km para alcançar o outro lado.



Após cruzar Nísia Floresta seguimos a té a lagoa de Arituba. Primeiro banho de agua doce no balneário.



Muitas pessoas nessa segunda-feira. A parada foi para almoço também, e alguns "tibuns". Na oportunidade duas gurias, irmãs, gatas de praia se pode-se dizer isso numa lagoa. Uma foto discreta.


Seguimos o rumo até chegar na praia de Pirangi e ao famoso cajueiro, o maior do mundo.



Depois a frente chegamos em Natal no hostel Lua Cheia, que é famoso por ser em forma de castelo medieval, que tem anexo o bar Taverna. O local ficou famoso e possibilitou a criação de outros bares e restaurantes. No Taverna mais a noite encontraria os amigos gaúchos que moram na cidade e que conhecemos em João Pessoa-PB

Dia 03/01/2012 Passeio de Bugue pelas dunas de Genipabu

Nesse dia encontramos o Leonardo que apareceu em João Pessoa-PB e que trabalha na mesma empresa do Fernando. Todos fariam o passeio de bugue. Para fechar o grupo apareceu a paulista Márcia.

Seguimos para o passeio onde as fotos abaixo valem mais do que as palavras.


Dia 04/01/2012 - Retorno a João Pessoa-PB

Retorno para casa se aproximando resolvermos voltar um dia antes e no caminho de volta o mesmo, pelo litoral com uma parada na lagoa do Carcará em Nísia Floresta-RN. Uma lagoa maior que Arituba.

Lagoa do Carcará
Na volta a última da lagoa uma foto dos parceiros num alambique homônimo do nome antigo da cidade Papary, antes de sair de Nísia Floresta, trouxe uma cachaça 40% de álcool.

Alambique Papary
Dia 05/01/2012 Voltando para Casa


Ainda nesse dia encontrei ou fui encontrado pela Fran, que mora em Curitiba e trabalhou de Hostess no Taco el Pancho quando batia cartão lá a muito tempo atrás numa..... Essa coincidência foi boa.


Fachada do hostel Manaíra na hora de ir embora
Demais fotos:

Comentários do Blogueiro:


Ps 01. Frases da viagem:
- a noite em Pipa-RN, do xará gaúcho Mauricio, na rua principal: " E essas modelos que dormem de dia!" 
-no guichê do Cajueiro em Pirangi: " Essa carteira é de albergue da juventude, estudante de albergue", dito pelo Fernando no desconto de 50%.

Ps 02. O período entre o natal e o ano novo não é o ideal para viagem ao Nordeste. Os passeios são muito concorridos e predominam as famílias. A moçada bonita aparece mesmo a partir da segunda semana de janeiro.

Ps 03. Virou Lenda! O forró pé de serra nas capitais do Nordeste para mim virou lenda. É a segunda temporada que passo na região e não dancei um forró bom. As pessoas não sabem dizer um local, você escuta muito aquele forró brega, como do Calcinha Preta - Você Não Vale Nada mas Eu Gosto de Você, e outros da mesma qualidade. Por incrível que pareça danço mais forró em Curitiba.

Ps 04. A cidade de Nísia Floresta-RN  é em homenagem a uma educadora do começo do século 19, que ficou famosa internacionalmente pelas suas teses.

Ps 05. Aluguel de carro caução 1500 reais, aluguel de bicicleta MTB Caloi 700 reais, vai entender.

Ps 06. Essa postagem equivale  a 8 postagens, aqui resumidas.

Ps. 07. Nunca se pensa em perder fotos da máquina digital por causa da memória. Comigo não foi diferente. Quando eu precisei, eu acabei apagando por engano os dia 26 e 27 desse post. Mas continuei fotografando até o último dia. Na volta encontrei um programa de recuperação e outras coisas chamado TuneUp. Recuperei tudo, eu tive sorte das novas não terem ocupado o espaço na memória. Fiquei tão contente que comprei a licença, que era temporária. Além disso ele faz uma manutenção no computador.

Ps 07.....sujeito a alterações e correções porque alguns possíveis e bem possíveis erros são de propósito e ao longo do tempo eles surgem aqui.

Um comentário:

Jopz_B1B disse...

OPAZ, com certeza vc levou o espírito aventureiro na bagagem, legal mesmo a viagem e as fotos. O catamarã lotado não deu inveja nenhuma, mas fazer snorkeling naquele mar deu até coceira no pé-de-pato.

SHOWZ!

JOPZ

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...