sábado, 16 de janeiro de 2010

1. Dia Circuito Vale Europeu Timbó a Pomerode - SC


E o ano de 2009 aqui no blog terminou pedalando e sem muita previsão, então 2010 começou o pedal direito, com uma semana no "Circuito Vale Europeu".
Esse circuito é o único roteiro do Brasil, sim porque um roteiro tem que começar e terminar no mesmo local, sem passar pelos mesmo caminhos.
A partir desse, vou tecer alguns comentários em 7 partes, um para cada dia de percurso, que o leitor poderá usar quando fizer esse cicloturismo e no final algumas constatações.
Primeiramente digo que na internet há muita informação, muito blog de experiência que traz novidades e às vezes repetem algumas boas informações. Eu talvez não seja tão diferente.
Então vamos lá.
Os protagonistas do passeio foram Maumau (blog), Alan (ACC organizador) e Sirlene (organizadora), Linhares (colega da COPEL), Andreia e Lucas (esposa e filho do Linhares e carro de apoio).
Saímos da minha casa (Ctba) às 7:00 h do dia 16/01, chegando em Timbó-SC as 10:00 no local de inicio do circuito, o Bar Thapyoka, onde fizemos a inscrição e preparamos as bicicletas, almoçamos no mesmo bar e por volta das 13:00 h estávamos prontos para os primeiros 45,9 km. A primeira constatação, no horário do almoço, alguns locais fecham e o termo de responsabilidade nem foi preenchido porque a Associação Vale das Águas estava fechada para o almoço.

Começamos seguindo todas as orientações do mapa e marcações ao longo do percurso, as fotos abaixo mostram alguns detalhes do dia.




Para mim, essa kilometragem num dia era normal de um passeio que estava acostumado, mas pensando nos 7 dias seguidos era uma novidade duvidosa.
Bem as imagens falam mais, um detalhe foi o desnível de 300 m na localidade de Rio Ada para descer até Pomerode-SC no roteiro das casas enxaimel,. Foi uma descida no freio, porque com as chuvas de verão a estrada está cortada, há pedras e um tombo logo de cara pode terminar o passeio. Lembro que dois ciclistas subiam empurrando a longa estrada.
Passando a rota enxaimel chegamos ao portal norte de Pomerode as 17:30 h, lembro que foram 3:30 h de pedalada. O portal estava fechado apesar da festa Pomerana e não conseguimos carimbar o passaporte. Como havia a festa Pomerana, a cidade estava cheia, todos os hotéis lotados e a opção seria ir para Indaial -SC ficar no hotel Larsen. Anteriormente ficaríamos num sobrado alugado em Pomerode ao preço de pousada por pessoa. Porém a dona do sobrado se perdeu nas reservas e deixou um quarto e uma sala para dormirmos (?!), tomamos banho, conversamos de ficar em Indaial. Deixamos as bicicletas na casa  em Pomerode e fomos para Indaial, mas antes passamos na Festa Pomerana. Essa festa é a mais alemã e não tem as confusões e povo "tigrado" da Oktoberfest de Blumenau. Na festa, me chamou a atenção como as pessoas são altas, principalmente as gurias que para o meu 1,75 m de altura estava de bom tamanho.
Um pouco na festa, prova um chope pilsen e outro com trigo (gosto duvidoso) e beber muito e pedalar o mesmo tanto, não combina comigo, fomos para Indaial de carro com quase toda a bagagem no colo.  Achar na noite de chuva, a entrada de Indaial pela BR em meio a placas diferentes do acostumado não foi fácil. Quase seguimos para Apiúna.
Chegando no hotel tudo certo, ele era todo nosso, guardamos tudo e fomos dormir.

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...