sábado, 8 de outubro de 2011

Dia de Sol no Morro Araçatuba

Retorno com a vista do topo do morro Araçatuba no alto a esquerda.

Foi um final de semana indeciso. No que fazer, aonde ir, com sol ou chuva. Estes últimos sempre influenciando, como se precisasse trocar os dias do final de semana pelo começo dela. E assim o que seria a vontade de ir para o Marumbi acabou sendo o morro do Araçatuba com a turma da Raquel.

O morro do Araçatuba, onde venta muito, onde sente-se muito o vento, a montanha tímida do comentário do Jopz, de frio bem intenso que faz congelar a água na pedra que se acumula do seu topo e onde você acha que vai subir numa condição boa e ao chegar perto está toda fechada. Toda essa história que você encontra na pesquisa do Google estavam diante de nós como numa montanha mágica e seus mistérios.

Eu estive lá em Julho de 2011 numa saída esperançosa e que foi muito molhada, sem visual, sem vontade de tirar o lanche da mochila para não comê-lo irrigado pela garoa. O que fez eu pensar que nunca mais, por não se tratar de um treino e a necessidade de fazer algo paracecido nessa condição.

E toda a sorte do dia pode ser conferida nas fotos abaixo que tornam o visual desse morro, em belas imagens.



Trilhado



Comentários

Ps 01. Uma das ações mais elogiáveis, de tradição e trabalho de um grupo que vem desde Rudolph Stamm (livro As Montanhas do Marumbi) é a instalação das caixas de registro de visita ao topo das montanhas feitas pelo CPM- Clube Paranaense de Montanhismo e que conferi nessa visita. Além dos trabalhos de recuperação de trilha.

Ps 02. A localidade do morro do Araçatuba é conhecida por Pontal do Itararé, serra do Papanduva quase na divisa com o estado de Santa Catarina.

Ps 03. A vantagem de se estar no topo e com visibilidade é que na direção sul pode se ver muita estrada rural em meio aos morros que poderá servir de opção para mountain bike.


Um comentário:

Jopz_B1B disse...

Que beleza... dia aberto, sol, caixa e caderno no cume... foram premiados... eu estava alguns km ao sul de vcs na trilha entre bradador e pedra da tartaruga, muitas nuvens, as vezes abria e dava pra ver as antenas no Morro dos Perdidos, mas mesmo assim um dia legal na montanha.

intepz,

JOPZ

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...