terça-feira, 28 de janeiro de 2014

Caminhada no Centro de Santiago

"Temos perdido também este crepúsculo.
Ninguém nos viu esta tarde com as mãos unidas
enquanto a noite azul tangia sobre este mundo.
E tenho visto desde minha janela
uma festa do poente entre as serras distantes.
Às vezes como uma moeda
se ascendia um pedaço de sol entre minhas mãos."...
(Poema 10, 20 Poemas de Amor e Uma Canção Desesperada, de Pablo Neruda)


O dia foi reservado para caminhadas pelos principais pontos turísticos de Santiago que são as ruas, praças e museus.
Pela manhã comecei de uma forma inusitada visitando o museu Pablo Neruda, a casa La Chascona. 


É uma visita autoguiada pelos interiores da casa com um fone em português, sem a possibilidade de tirar fotos, somente da parte externa. A visita nesse lugar para mim foi muito significativa de todos os lugares que fui nesse dia.

Depois peguei o metrô e desembarquei em Plaza de las Armas que é bem o centro de Santiago, onde está o passeio Puente, passeio Ahumada, museus e prédios públicos. Eu segui aos conselhos do blog Like Chile, sobre roteiros conforme a estação de metrô.

Comecei pelo centro de informações turísticas pedindo um mapa melhor do que eu tinha. Então entrei no museu de história que conta sobre a fundação da cidade até os dias de hoje.

Centro de Informações Turísticas


O que deixou a desejar é que a Plaza de las Armas está em reforma com tapumes ao redor assim como alguns prédios do arredor, então não se tem acesso a tudo. Entrei na igreja catedral de Santiago.

Catedral de Santiago e os tapumes da Plaza de las Armas



Segui então para o Mercado Central para um almoço. Peixe congrio frito no cardápio. No ano passado comi o mesmo  assado (na palla) em Puerto Natales o assado que é bem melhor. Do mercado segui até o Palácio de la Moneda que é o sentido contrário. No caminho dois fatos me chamaram a atenção que as pessoas pedem para ler a sorte nas cartas.

Pessoas lendo a sorte nas cartas

E outra muito estranha foi a venda de leite de mula. Pareceu-me um truque entre pessoas conhecidas. Imagine em Curitiba em plena boca maldita uma pessoa com dois animais tirando leite para servi aos interessados prometendo ganhos de saúde.


Leite de Mula

Depois fui ao museu pré-colombiano (detalhes da reforma) que conta a pré-história dos povos da América do Sul antes dos descobrimentos.




Seguindo em frente fui atrás do Palácio de la Moneda que tem um centro cultural, Esse centro cultural lembrou o museu Oscar Niemeyer em Curitiba. Havia uma exposição de design italiano pouco interessante.


Caminhei nos diversos paseos da região e fui na entrada de alguns museus que estavam fechados a algum tempo talvez por causa do último terremoto. Foi o dia de turismo mais comum e que todos fazem quando vão a Santiago.

Fotos do Dia



Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...